Follow by Email

sábado, 8 de outubro de 2011

ANTIGUIDADES.O QUE SIGNIFICAM?




Sempre me pergunto: Por que gosto tanto de coisas antigas?
Estivemos no sítio de um amigo e essa pergunta voltou com muita força.Por que?
Esse carroção de imigrantes Italianos e mais muitas outras coisas, deixaram um sentimento profundo, parece que hoje, dada a banalização das coisas via internet, esse sentimento foi mais intenso.

Vem aquele atavismo do "modus operandi" da espécie humana, que fazia as coisas em tempo real, o sabor do viver era feito de realidade, esse mundo eletrônico é cheio de coisas demais, e no entanto quando desligamos o monitor fica uma estranha sensação de vazio e de cansaço.
Esse universo virtual enche os olhos, mas não deixa marcas, nosso clicar em mais uma coisa e assim sucessivamente vai aumentando a ansiedade e o tamanho do amontoado de coisas que acumulamos sobre nossa essência.Olhando pra a imagem do carroção, pensem comigo: quanto chão esse carroção já percorreu cheio de cereais para o sustento de uma família?

Quanto trigo esse pilão de pedra já socou para os kibes deliciosos?
Agora refletindo melhor, penso que o gosto que tenho por antiguidade se deva ao fato de sentir falta de ver as pessoas se ocupando mais de coisas reais do que de teclar, por isso tenho postado pouco aqui e no facebook.
Minha vida ainda é mais "real" embora eu goste de transcender, metafisicamente,mas o sabor de "fazer" esse é insuperável.
Não tem recurso de teconologia de ponta que substitua o prazer de se sovar um pão, de cavar a terra, de ver os lençóis voando leves ao sol no varal de casa.
É...Acho que é por isso que gosto tanto de antiguidades.
Vê se dá para não gostar?