Follow by Email

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

AUTO ESTIMA.


Hoje estou com um tempinho sobrando e resolvi dar uma relida em meus posts antigos.
Me veio uma pergunta surgida do mais profundo do meu ser:-Por que eu deixei por tanto tempo as pessoas me massacrarem com tanta desumanidade??????
Não consigo ainda ter alcance mental para compreender por qual motivos as pessoas ditas normais, tem essa estranha compulsão por esmagar psicologicamente as pessoas ditas diferentes.
Hoje estou fazendo um resumo importante das minhas atividades intelectivas.
Observei que quase não escrevo mais, por causa do vazio que sempre veio do outro lado do monitor. Conclusão: afinal de contas eu preciso da aprovação dos outros pra quê?
Deixo as pessoas dizerem que nem tudo se consegue estudando, e dessa forma me magoam profundamente, por que o fato de eu gostar de estudar e de ter imenso prazer em dividir minhas conclusões com os outros na esperança de que , ao verem uma ideia se formando com mais clareza em suas mentes , possam ter por sua vez vontade de estudar,só revela que gosto de compartilhar.
Lembrando que não sou limitada ao ponto de pensar que só se estuda em livros.
Há a vida e tudo nela é digno de estudo. TUDO!
Meu objetivo para esse novo ano que se iniciará é: Gostar de mim.
Me aprovar, me valorizar. Usar essa nova visão para me fortalecer e assim poder auxiliar mais os outros nessas buscas pessoais.
Quero fazer do tempo , meu colaborador e não meu descontinuador de atividades.
Quero sorrir mais,quero andar mais à pé, de bicicleta, quero dançar mais.
Nos últimos 6 meses tenho apenas trabalhado exaustivamente e colecionado maus tratos psicológicos por parte das pessoas que não me compreendem e de quebra não gostam de mim.
Outra conclusão importante: Não sou eu que sou esquisita!
Esquisito é quem não respeita os outros de várias formas, é que rotula os outros, é quem julga os outros partindo de paradigmas enganosos e muito pessoais.
Desculpem por esse post meio desabafo, mas eu andava precisando dele, e principalmente de ver essas idéias em forma de letrinhas à minha frente, precisava materializar essas conclusões, talvez para revisitá-las, quando me sentir enfraquecida.
Então está aí, se acredito nessa evolução em dois mundos, nesse mundo aqui , nada transcendente,vou querer evoluir com consciência de quem eu sou, e não do que os outros dizem que eu sou.
Que tenhamos dias novos , com doses de auto descobrimento e principalmente de AUTO AMOR.
Só assim consigo conceber uma foram de amar mais a humanidade , me amando com consciência.